Vida sem plástico ...


                                      “ Você consegue imaginar a sua vida sem plástico? É praticamente impossível. Em nossa sociedade o plástico está em praticamente tudo, desde as embalagens de alimentos, sacolas, recipientes das mais diversas naturezas, até em roupas, equipamentos de pesca, cosméticos, utensílios domésticos, equipamentos hospitalares e por aí vai. (...). Quando comparado a outros materiais utilizados pelo homem (metais, celulose ou vidro), o plástico surge como um dos mais recentemente incorporados na nossa sociedade. O problema é que ainda não temos muito bem dimensionadas as consequências do seu uso tão intenso. (...). Hoje vivemos em um mundo que consome praticamente 250 milhões de toneladas de plástico todos os anos. Pouco disso é reciclado. Há ainda os pequenos fragmentos que sequer observamos, tais como glitters* e purpurina, aparentemente inofensivos, para os quais sequer damos atenção. Mas os plásticos demoram a se biodegradar, e a velocidade com que o produzimos, consumimos e descartamos tem feito desse material um problema enorme não apenas para os nossos oceanos, mas também para nós, que consumimos organismos do mar. Repensar nossos padrões de consumo de plásticos e na forma como os descartamos é um grande passo adiante para não aumentarmos ainda mais um problema que sequer conseguimos dimensionar com precisão.” (Martin Dias. Oceanógrafo).



*: é uma variedade muito pequena (cerca de 1 mm²) 
de pedaços de plásticos e/ou folhas de alumínio.










Nenhum comentário:

Postar um comentário