Paul Kelley(1955) é um artista do Canada (Nova Scotia). 
Esta foto que segue.




















Ao descobri-la, na internet, não registrava na fonte o seu autor. Seu título: “a visualização’. Vislumbrado ao visualizá-la. Ficou-se desafiado a descobrir quem a criou. Depois de um tempo. Finalmente foi descoberto. Era Paul Kelley
Imediato. Acessou-se seu sitio (http://www.paulkelley.ca/). 
Fruto daquela fotografia descobriu-se como se faz uma obra com a arte de manipular. 
Sua arte é obra de manipulação e envolvimento não só com a forma do corpo. Mas o profundo cuidado com a luz. Com a cor. Enfim sua composição, cria uma imagem sedutora. Sedutora. Apaixonada. Repete-se – vislumbrante.  Como ele diz:

“ Eu sempre considerei este trabalho como uma celebração da forma feminina e comentário sobre a presença visual da mulher em nosso mundo, além de sua humanidade e intelecto. Acredito que é importante apreciar a beleza como um fim em si mesma. É tão simples como ser capaz de parar e considerar a beleza do nascer do sol, independentemente do que o resto do dia tem na loja. E tão complicado quanto superar nosso pré-condicionamento para desejar ver mais do que o que vemos. Alegoria e metáfora existem em minha arte, ou pelo menos eu espero que eles façam, mas a beleza e a graça da forma feminina em minha obra de arte é destinado a transmitir apenas isso.”


Compartilha-se com vocês este prazer. Apreciem algumas de suas obras.          
        














































































Nenhum comentário:

Postar um comentário