A Arte de ... Giorgio de Chirico (1888-1978).

Sua pintura não altera, nem distorce a realidade, muito menos a interpreta.
Sua arte nem mesmo é a expressão ou extensão de si próprio.
Mas é a expressão de uma não-realidade, de um universo do que não é, nem está.
Chirico cria um mundo onírico e fantástico, no qual mesmo 
os sonhos têm outra concepção.
É o nascer do pré-surrealismo.
(Rejane Borges in http://obviousmag.org/).





















































































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário