Cupido ...



“O amor?
Não o imaginem garoto levado
traquinas
pronto a flechar um peito descuidado.

Antes, é um senhor rotundo e preguiçoso
uma figura de Botero
que adora sentar-se à mesa
tomar bons vinhos, comer à tripa forra.

Mas se o veem à sesta a dormitar
feito frade após abundante repasto
tratem de acautelar-se
a qualquer momento pode ocorrer o imprevisto.

Entre um ronco e outro
eis que abre sorrateiro um olhinho
para então mirar qualquer um de nós
repuxar os lábios num sorriso maroto, e pronto.

Já não é mais possível deixar que de imediato
sem resquício de pudor
passemos a amar loucamente o ser que em puro acaso
ainda ontem nos passaria desapercebido.”


                                                          (Antonio Angelo postado em http://www.metro.org.br/ ).



● Imagem: Botero.









Nenhum comentário:

Postar um comentário