Surpresa...


“ Será preciso coragem para fazer o que vou fazer: dizer.
E me arriscar à enorme surpresa que sentirei com a pobreza da coisa dita.
Mal a direi, e terei que acrescentar: não é isso, não é isso!
Mas é preciso também não ter medo do ridículo,
eu sempre preferi o menos ao mais por medo também do ridículo:
 é que há também o dilaceramento do pudor.
Adio a hora de me falar. Por medo?
E porque também não tenho uma palavra a dizer.”



                                                                                  (Clarice Lispector).



Imagem: Andrew-Kaiser.)













Nenhum comentário:

Postar um comentário