O Caminho...


Arrastam-se os dias devagar nas longas avenidas,
caminha-se a medo, como a medo se olha o dia seguinte.
Devagar, sempre devagar exilado num momento,
áspero como o vento  que corta a pela.
Foram longos os anos que me trouxeram até aqui (...).
Arrastando o corpo na brancura do inverno
 o fim do caminho espreita.

                                (São Gonçalves)



● Imagem: Mario Mencacci








Nenhum comentário:

Postar um comentário