Conselhos literários. Conselhos de vida.














































A lista foi produzida pelo romancista estadunidense Richard Ford para escritores. Em sua maioria são toques de vida diante do trabalho. Nada haver com técnica ou estilo no uso das palavras. Ele aponta para problemas que são comuns a quem escreve antes de qualquer coisa. A lista foi descoberta no blog criado pelo jornalista Sergio Rodrigues. A fonte foi:  http://veja.abril.com.br/blog/todoprosa/  Compartilha-se com vocês.

“Termine o que está escrevendo. O que quer que tenha que fazer para terminar, termine.” (Neil Gaiman)
● “Planejar escrever não é escrever. Traçar o projeto de um livro não é escrever. Pesquisar não é escrever. Falar com as pessoas sobre o que você está fazendo, nada disso é escrever. Escrever é escrever.” (E.L. Doctorow)
●  “Escrever é tentar saber o que escreveríamos se escrevêssemos.” (Marguerite Duras)
● “Um escritor nunca tira férias. Para ele, a vida consiste ora em escrever, ora em pensar no que vai escrever.” (Eugene Ionesco)
● “A melhor hora de planejar um livro é enquanto se lava a louça.” (Agatha Christie)
● “Não romantize sua ‘vocação’. Não existe nada parecido com uma ‘vida de escritor’. A única coisa importante é o que você deixa na página.” (Zadie Smith)
● “Mantenha-se humano! Veja pessoas, vá a lugares, beba, se sentir vontade.” (Henry Miller)
● “A literatura está apinhada de destroços de gente que se importou além do razoável com a opinião dos outros.” (Virginia Woolf).








Nenhum comentário:

Postar um comentário