Apagável.





"A vida não é apagável, pensei.
Nem volta atrás.
Ainda não construíram a máquina do tempo.
Ninguém virá em meu socorro.
Faz tanto tempo que invento meus próprios dias.
Preciso começar por algum ponto”.
                  
 (Caio Fernando Abreu
 in Onde Andará Dulce Veiga? .)









Nenhum comentário:

Postar um comentário