Apagável.





"A vida não é apagável, pensei.
Nem volta atrás.
Ainda não construíram a máquina do tempo.
Ninguém virá em meu socorro.
Faz tanto tempo que invento meus próprios dias.
Preciso começar por algum ponto”.
                  
 (Caio Fernando Abreu
 in Onde Andará Dulce Veiga? .)