“Não posso ser, senão pessoal”.

                                                                   (Caio Fernando Abreu).

 

Imagem: Václav Lála.










 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário