Marcel Gautherot (1910-1996).
A Arte de fotografar o Brasil.
                                                                      Este parisiense, nos anos trinta, do século passado após desistir de ser arquiteto. Torna-se fotógrafo. Naqueles tempos chega-lhe as mãos ‘Jubiabá’ um dos primeiros livros de Jorge Amado. Surpreendido. Decide vir para o Brasil (1939). Aqui viveu e trabalhou por 57 anos. Morando no Rio de Janeiro vai fazer parte dos circulo dos intelectuais ligados ao modernismo. Começa sua vida profissional fazendo fotografia para famosa revista ‘O Cruzeiro’. Junto com Pierre Verger, recebe ‘Prêmio Golfinho de Ouro”na categoria: Fotografia (1986).
Marcel Gautherot  registrou a diversidade cultural brasileira.  
Compartilha-se um pouco de sua arte.



Ilha de Marajó, 1967. Mulher defumando latex 




Ceará, 1950. Jangadeiro



Rio Grande do Norte, 1945. Salinas



Bahia, 1950. Feira  de Água de Meninos em Salvador.



São Paulo, 1943. Colhedora de café.



Pará, 1943. Barqueiro na Ilha Mexiana.



Ceará, 1951. Colhedor de Carnaúba.



Bahia, 1940. Puxada do xaréu.









Nenhum comentário:

Postar um comentário