Não existe pintura naïf. Mas, pintores naïfs.
Arte naïf. Não se explica. Não se pode definir.
O indefinível.
A Arte naïf do uruguaio Raul Mendes.
(Hoje residindo em Mogi das Cruzes - São Paulo).



Nenhum comentário:

Postar um comentário