A Arte fotográfica de
Gaspar Gasparian (1899 - 1966).

       
                                           

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
É um caso incomum na fotografia brasileira. Sua paixão pela fotografia concretizou-se em 1942 quando iniciou formalmente sua trajetória no recém criado ‘Foto Clube Bandeirante’. Fundado em 1939, o clube reunia um grupo de aficionados e profissionais liberais da cidade de São Paulo, e tornou-se parcialmente responsável por introduzir a estética moderna instaurada na fotografia brasileira a partir do final dos anos 1940. (...) Gasparian, construiu com entusiasmo e dedicação seu próprio caminho dentro de um ambiente que buscava valorizar e ampliar a idéia da fotografia como manifestação cultural. (...). Com um olhar educado para a fotografia que se praticava no período, Gasparian tinha a sutil capacidade de observar o cotidiano e, como num passe de mágica, registrar com a sintaxe da modernidade fotoclubista. Suas fotografias têm força compositiva tanto através de perspectivas e diagonais nem sempre visíveis, quanto em formas que se repetem e criam ritmos e movimentos. Isso é que dá ao seu trabalho características próprias, mas sintonizadas com a estética revolucionária do período. (Rubens Fernandes Junior in http://gaspargasparian.com/biografiaRubens.html).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário