Eduardo Carvalho (1948).
 
                                                  A cidade da Bahia não cansa de produzir artistas... De todas as Artes. E que artistas. Encontrei nas andanças internetianas. Mais um. Fenomenal. Eduardo Carvalho. Depois de participar do ‘Curso Livre da Escola de Belas Artes da Bahia’ e estar presente em exposições coletivas. Ainda jovem. Decide. Vai em direção ao sul. Rio de Janeiro (1970). Não suporta a distância. Retorna a Salvador (1975).  Não mais saiu. Em sua cidade do Salvador continua produzindo sua esplendida arte e mantendo a rotina de participar de exposições individuais e coletivas pelo país. Algumas de suas obras selecionadas vão mostradas logo a seguir. Vejam. Não são fenomenais? Seria bom poder vê-las por perto no dia-a-dia. Mas...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
                                                           Eduardo Carvalho. Um artista brasileiro.
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário