O tempo passou. Na janela.









                    O tempo passou. Na janela.
 


“ Eu bem que avisei, vai acabar, de tudo lhe dei para aceitar.
Mil versos cantei pra lhe agradar, agora não sei como explicar
(...)
Lá fora, amor, uma rosa morreu, uma festa acabou nosso barco partiu.
                                                                            Eu bem que mostrei a ela,
                                                                     o tempo passou na janela e só...”
                                                                                                                    (Chico Buarque).

                                          Nós não vimos.
 
 
(Imagem: Carlos Leão).

 
 
 


 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário