Ler.
 
 
“Lê-se para ser gente, para estar alimentado por histórias nutritivas, e não “ensinantes”,
histórias alegres ou tristes, risonhas ou amargas, falando de qualquer
assunto, de bem-aventuranças ou de “sofrências” para que o teu
 repertório seja amplo e para que encontres um
 caminho alegre nesse mundo de tristezura.”
                                                                                 (Robert Fulghum).

                                                                                                                 
 
 

                              

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário